Mérida, a terra da guayabera

Conta a história que antigamente os ricos fazendeiros de Mérida iam a Cuba comprar suas guayaberas, sendo, portanto, uma vestimenta da classe alta. Até que os alfaiates meridanos começaram a confeccionar aqui mesmo, popularizando a utilização dessa camisa tão peculiar. Assim, hoje guayabera é a vestimenta que todos usam. Preferentemente branca, usada com calça branca e umas sandálias tambem brancas, com um saltinho 3. Essa é a indumentária de 9 entre 10 meridanos. Impressionante. Para onde voce se vira está um senhor de guayabera. Com isso a venda delas tambem está em toda a parte. É impossível sair de Merida sem levar uma na mala.

Para as mulheres a vestimenta é o hipil, um vestido com uma gola quadrada de uns 20 a 30 cms, toda bordada e uma saia com a barra também bordada. Geralmente branco. Existem de varias qualidades, desde bordados refinadíssimos até golas e barras de crochet. Os bordados são sempre muito coloridos, lindos. Esses vestidos tambem são usados normalmente. É uma roupa típica tradicional, que não é usada somente em festas para turistas, mas no dia a dia das mulheres, como uma roupa mais alinhada.

E existem os chapéus estilo panamá, aqui feito de uma fibra chamada henequén, que é um tipo de sisal. Reza a lenda que esses “sombreros” são confeccionados em cavernas para que mantenha a humidade que permite que a fibra seja tecida. E que, dado a delicadeza da tecitura, são feitos por crianças (!). Claro que comprei um porque sempre que viajo compro um chapeu 😀

 

 

 

 

 

 

Com que roupa eu vou?

Estava eu tranquila, pensando que estamos ainda no verão, logo não está fazendo frio. Me lembro que Eduardo contava que fazia um calor infernal em Mardel no verão. E se a gente ia um pouco mais abaixo… não, claro que não ia fazer frio.

Ai o próprio Eduardo me dá um choque de realidade: estaremos quase na Antártida, passearemos em geleiras, é claro que vai estar frio!! E além do mais venta pra caramba naquela região!!! pronto! O que faço? Não tenho roupa de frio! Moro num pais tropical, abençoado por deus. Não faz frio aqui!

Mas, nada que a super hiper mega internet não resolva. Acionei “são” Google e imediatamente tinha na minha frente uma imensa variedade de artigos, um monte de blogs nos dizendo o que levar, miles fotos de roupas, sapatos, acessorios. E, para uma maníaca por compras como eu, foi uma delicia.

O resultado é que hoje tenho:

a) uma parka vermelha impermeável com forro de fleece destacável, capuz com duas regulagem e protetores de mão

b) um casaquinho amarelo de fleece

c) camisa e calça underwear

d) meias grossas

e) uma bota waterproof

f) luvas e gorros (que eu já tinha… comprei uma vez em Colonia de Sacramento achando que nunca ia usar… tá vendo?)

Agora acho que estou preparada.

E me deparo com outro problema: que mala levo????

Oh, céus!